Rua Hilário de Gouveia, 66 sala 410
Copacabana - Rio de Janeiro - RJ
Telefones: (21) 3472-6614 e 2236-0615
E-mail: contato@cmtclinicadador.com.br

  • slideshow1
  • slideshow2
  • slideshow3
  • slideshow4
  • slideshow5
  • slideshow6
  • slideshow7
 

Dor na Lombar (Parte Baixa das Costas)

ENTENDENDO AS DORES NA COLUNA LOMBAR:

Lombalgia  não é uma doença específica, e sim um sintoma que pode ocorrer a partir de uma variedade de processos. Em até 85% das pessoas com dor lombar a causa é desconhecida. As causas mais comuns de lombalgia envolvem  músculos, ossos e/ou nervos da coluna vertebral. Dores referidas de órgãos abdominais, pélvicos e do tórax também podem ser uma fonte de dor. Um traumatismo específico, hábitos posturais (como ficar sentado por muitas horas) ou uma atividade extenuante podem provocar dor. Também é bastante reconhecido que a dor pode ser muito influenciada por estresses psicológicos e outros fatores não orgânicos.

Quando ocorre compressão de uma raiz nervosa, os sintomas de dor e "formigamento" podem irradiar-se para a perna, como no caso da dor ciática.

HÉRNIA DE DISCO:

A Hérnia de Disco surge como resultado de diversos pequenos traumas na coluna que vão, com o passar do tempo, lesando as estruturas do disco intervertebral, ou pode acontecer como conseqüência de um trauma severo sobre a coluna. A Hérnia de Disco surge quando o núcleo pulposo (líquido que fica dentro do disco intervertebral) migra do centro do disco para a periferia, em direção ao canal medular ou espaços por onde emergem as raízes nervosas, levando à compressão destas. O quadro clássico de hérnia de disco é uma dor, de início agudo na região da coluna lombar, que pode irradiar-se em direção a perna até chegar ao pé. Além da dor, o paciente pode se queixar de formigamento e falta de força na perna afetada (por causa da compressão feita pelo núcleo herniado na raiz nervosa acometida). Este quadro é conhecido como lombociatalgia, pois a dor é ao longo do nervo ciático. 

NERVO CIÁTICO:

O nervo ciático origina-se das raizes nervosas das vértebras lombares e sacrais, descendo em direção a nádega, coxa, perna e pé. Tem a função de inervar de uma forma motora e sensitiva vários músculos do membro inferior. Processos degenerativos a nível de coluna (como hérnias de disco, bicos de papagaio, estenoses, espondilolistese), além de tensões excessivas de alguns músculos, podem gerar um pinçamento desse nervo. A consequência disso são sintomas de dor e formigamento que podem irradiar-se para a perna.

 

COMO TRATAMOS A DOR LOMBAR:

Pra entender o tratamento, temos que saber como a dor se instala. Para isso, precisamos fazer uma avaliação bem especifica, para que possamos diagnosticar a raiz do problema. Após essa fase de avaliação e diagnóstico, entraremos com o tratamento, onde utilizamos diferentes técnicas (ACUPUNTURA, QUIROPRAXIA, OSTEOPATIA, RPG, FISIOTERAPIA, SHIATSU), para além de promover alívio aos nossos pacientes, evitar futuras recaídas. Algumas dessas técnicas costumam ser utilizadas em conjunto numa mesma sessão, com o objetivo de atingir um resultado terapêutico mais eficiente. Vale lembrar que é sempre fundamental agir sobre a causa da dor para que não haja um melhora paliativa.

Rua Hilário de Gouveia, 66 sala 410
Copacabana - Rio de Janeiro - RJ
Telefones: (21) 3472-6614 e 2236-0615
E-mail: contato@cmtclinicadador.com.br

Mantenha-se informado:
Divulgue nosso trabalho para
seus amigos nas redes sociais:
Facebook Twitter Orkut
Industria Virtual...

Politica de Privacidade | Copyright ©2014 CMT - Clinica da Dor - Todos os direitos reservados